Steam inicia promoções da Black Friday com descontos de até 90%

O Natal chegou antecipado para os entusiastas dos games no PC. Com a aproximação da Black Friday, o Steam, loja digital de jogos da Valve, começou a oferecer descontos que chegam até a 90% do valor total de um game.

Segundo a loja, são quase 6 mil jogos que tiveram seu preço reduzido nesta promoção que vai até o dia 2 de dezembro.

Existem casos de jogos que chegam a sair por cerca de R$ 2,80, como é o caso de Battleblock Theater, um bom game independente. Outros títulos maiores como Watch Dogs, chegam a 50% de redução de preço.

Graças ao novo sistema de personalização do Steam, o usuário que estiver logado verá em destaque de forma conveniente os games que estão em sua lista de desejos e outros games recomendados baseados em seus gostos que estão com descontos.

Se não houver nada que seja do seu interesse na promoção que se encerra no dia 2, basta aguardar até o fim do ano. No fim de dezembro tradicionalmente a Valve faz a promoção de Inverno (no hemisfério norte), que é quando há o maior número de descontões por um período prolongado de tempo, às vezes durando até duas semanas.

CCE lança smartphone de R$ 380 no Brasil

A CCE anunciou nesta quarta-feira, 26, o lançamento de um novo smartphone de baixo custo no mercado nacional. O aparelho é o Motion Colors Dual Chip, que chega com o valor sugerido de R$ 380.

O aparelho, com tela de 4 polegadas com resolução de 800×480 é uma tentativa de brigar pela parte de baixo do espectro de preços de smartphones, talvez comparável com o Moto E. Ele conta com um processador Snapdragon (o modelo não é especificado pela empresa, mas provavelmente é o 200) dual-core com clock de 1,2 GHz, com 512 MB de RAM rodando o Android 4.3 (Jelly Bean).

O celular vem 4 GB de armazenamento interno e mais um slot para cartão microSD de até 32 GB. A câmera traseira é de 5 megapixels, enquanto a frontal não tem muita resolução, é apenas uma VGA.

Como o próprio nome já diz, ele aceita dois chips SIM de operadoras diferentes e também já vem com várias capinhas traseiras coloridas, nas cores preto, branco, amarelo e rosa.

Samsung lança nova geração de mouse que rastreia os olhos

A Samsung revelou nesta terça-feira, 25, o EyeCan+, nova geração de mouses da empresa que rastreia o movimento dos olhos para funcionar. O mouse é direcionado para pessoas com deficiências ou necessidades especiais como a tetraplegia, que as impedem de digitar ou clicar em um computador.

Para utilizar o EyeCan+, a pessoa deve ser posicionada com distância entre 60cm e 70cm do monitor ou display, sem posição específica, isto é, ela pode estar deitada ou sentada. A calibração é necessária apenas uma vez, já que depois o dispositivo lembra das características do olho.

De acordo com a fabricante, o mouse conta com 18 comandos que funcionam por piscadas e movimentos, incluindo “copiar”, “colar”, “selecionar tudo” e “zoom”. Além disso, é possível criar comandos extras existentes em teclados como para fechar um programa (“Alt+F4”).

A Samsung defende ainda que, comparado com a geração anterior, o EyeCan, lançado em 2012, o novo mouse teve upgrades significantes na calibração na experiência como um todo.

A empresa não vai comercializar o mouse, no entanto, afirmou que vai fabricar uma quantidade limitada para doar a organizações de caridade. Além disso, o design e tecnologia serão disponibilizados em breve como open source, para que outras companhias possam oferecer o acessório no mercado.

Sony deve reduzir produção de TVs e celulares para focar no PS4

A Sony não é lucrativa há alguns anos, e a empresa parece ter definido a estratégia para tentar reverter a situação. Nos próximos três anos, a japonesa deve investir menos e lançar um número menor produtos nas áreas onde o retorno financeiro está negativo, como TVs e smartphones, para reforçar divisões bem-sucedidas, como o PlayStation.

Nesta terça-feira, Hiroki Totoki, novo chefe da divisão de mobilidade, detalhou que o objetivo das divisões que dão prejuízo não é mais o crescimento de fatia de mercado. A meta a curto prazo é fazer com que elas tragam lucro para a empresa, mesmo que isso signifique redução no número de vendas.

A ideia é conseguir fazer os números ficarem azuis mesmo que isso signifique uma diminuição em vendas de até 30%. Para isso, será necessário deixar de produzir tantos aparelhos que dão retorno baixo e direcionar esforços para aqueles que trazem um lucro maior, principalmente os tops de linha.

Sucesso com o PS4
Se nas áreas onde a empresa vai mal, a expectativa é conseguir sair do vermelho mesmo com menos vendas, com sua divisão de games, o plano é investir pesadíssimo. O PS4 trouxe excelentes números nos últimos relatórios da companhia e a meta é aumentar as receitas em 25%, saltando para US$ 13,6 bilhões.

A empresa prevê que isso poderá acontecer com a oferta de um serviço de televisão por assinatura via streaming, o PlayStation Vue, revelado há pouco tempo, além dos serviços de distribuição de vídeos e música, que poderá aumentar as receitas por usuário pagante.

Europa tenta dividir Google em duas empresas

O relacionamento do Google com os órgãos reguladores da União Europeia sempre foi meio complicado, mas a situação pode piorar em um futuro não muito distante. O parlamento europeu já estuda propor a divisão da companhia em duas empresas menores.

Com a medida, a Europa tentaria rachar o Google, deixando a ferramenta de buscas de um lado, e todos os outros serviços, oferecidos normalmente de forma gratuita, de outro.

A medida se fundamenta na alegação de que o Google pratica ações monopolistas, não só por dominar o mercado de buscas, mas por destacar principalmente seus produtos nos resultados, o que dificulta a geração de receitas pelos concorrentes. O problema não seria tão grande se os competidores tivessem alguma força em comparação com o buscador mais popular do mundo.

Segundo o Financial Times, o documento que propõe a divisão está sendo bancado pelos dois maiores partidos do Parlamento Europeu.

Também é importante explicar que o Parlamento não tem o poder necessário para dividir o Google, mas é possível pressionar a Comissão Europeia, essa sim com os poderes para decidir algo do tipo, a tomar uma ação neste sentido.

De acordo com a publicação, a proposta deve ser finalizada nesta semana, antes de uma votação agendada para quinta-feira.

Via The Next Web e Financial Times

Apple vai doar parte do que ganhar na Black Friday para combate à AIDS

A Apple anunciou neste domingo, 23, que vai doar parte de seu faturamento durante a Black Friday e a Cyber Monday para a (RED), instituição que ajuda no combate à AIDS em países carentes.

Para isso, uma parcela das vendas da empresa da maçã nas lojas fisicas e virtuais será doada para a (RED) nos dias 28 de novembro (Black Friday) e 1º de dezembro (Cyber Monday).

Enquanto isso, a App Store também terá uma seção dedicada à ação nas próximas duas semanas. De acordo com a Apple, serão vendidos 25 apps com conteúdo exclusivo, incluindo títulos como Farmville 2, Angry Birds e Fifa 15.

“A Apple é uma apoiadora orgulhosa da (RED) porque acreditamos que o dom da vida é o mais importante que qualquer pessoa pode dar”, afirmou Tim Cook no comunicado.

App avisa se você está sendo espionado

Após o escândalo da NSA (Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos) que revelou que o governo norte-americano espionava não só seus cidadãos, mas outros países e governantes por meio de escutas telefônicas e dados na internet, muitas coisas mudaram. Além das pessoas passarem a se preocupar mais com segurança, agências e organizações começaram a apertar o cerco contra violações do tipo.

Pensando em uma forma dos usuários se protegerem, a Anistia Internacional lançou oDetekt, um serviço que escaneia o computador atrás de spywares e outros softwares que possam estar espionando você.

Segundo o CNET, o aplicativo foi lançado pelo pesquisador de segurança alemão Claudio Guarnieri e é uma parceria da Anistia com organizações de direitos civis e de proteção do consumidor como a Digitale Gesellschaft, da Alemanha; Privacy Internacional, do Reino Unido; e Eletronic Frontier Foundation, dos Estados Unidos.

Disponível para PCs que rodem Windows, o Detekt é destinado principalmente a jornalistas e ativistas que tenham potencial para serem vigiados por governos. A Anistia explica, no entanto, que desenvolvedores de spyware provavelmente mudarão o software após o lançamento do app para evitar sua detecção.

Caso o app encontre algum tipo de vigilância, o recomendado pela Anistia é que o usuário desligue a internet e procure por ajuda especializada de um computador diferente e sem a mesma conexão de internet.

Projeto prevê o fim das ligações por números não identificados

A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado tem reunião marcada para as 9h de terça-feira, 25. Entre outras propostas, o colegiado pode votar projeto que torna obrigatória e gratuita a identificação do código de acesso originador das chamadas telefônicas.

O objetivo é evitar a prática de crimes por meio das redes de telefonia e coibir abusos nas práticas dos serviços de telemarketing e de cobranças. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o código de acesso é o conjunto de números que permite a identificação de assinante, de terminal de uso público ou de serviço a ele vinculado.

O PLS 433/2013, apresentado pelo senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), estabelece que as prestadoras de serviços de telefonia fixa ou móvel oferecerão aos usuários, sem custo adicional, o serviço de identificação do código de acesso originador da chamada. Também proíbe a oferta de serviços ou equipamentos que impossibilitem ou obstruam a identificação dos códigos de acesso telefônico pelos usuários.

Mais projetos

Outro projeto que pode ser votado pelos senadores é o PLS 54/2014, que permite a dedução de valores investidos nas chamadas start-ups – empresas inovadoras, com alto potencial de crescimento e geralmente criadas por jovens – da base de cálculo do Imposto de Renda das Pessoas Físicas. A ideia do senador José Agripino (DEM-RN) é ampliar as possibilidades de investimentos nas start-ups , para aumentar sua competitividade e chance de sucesso.

A CCT examina ainda o substitutivo ao PLS 18/2012, do senador Ciro Nogueira (PP-PI), que impõe nova regra à oferta de descontos nas tarifas e preços dos serviços de telecomunicações, como telefonia, banda larga e TV por assinatura. Conforme o projeto, os usuários beneficiados com descontos deverão ser informados sobre o término do incentivo com antecedência mínima de 30 dias.

Na pauta do colegiado, constam ainda 63 projetos de decreto legislativo (PDL) com outorgas ou renovação de outorgas a serviços de radiodifusão em várias cidades do país. A reunião da CCT ocorrerá na sala 7, da Ala Alexandre Costa.

Chinesa Xiaomi diz que vai superar Apple e Samsung em 10 anos

Lei Jun, CEO da fabricante de smartphones Xiaomi, afirmou que a empresa ultrapassará o número de vendas de Apple e Samsung em até 10 anos. Durante uma conferência realizada na China, o executivo falou sobre novos mercados, perspectivas para o futuro e declarou que chegar ao topo não será tão complicado.

Criada em 2010, a novata chinesa teve ascensão meteórica. Nos últimos dois anos, mais que triplicou a venda dispositivos – indo de 5,7 milhões para 19 milhões – sendo que, na semana passada, durante o festival de compras do grupo Alibaba, vendeu 720 mil unidades em apenas 12 horas. Com estes números, a empresa deixou a LG para trás e se tornou a 3ª maior fabricante de smartphones do mundo.

Isso não signfica, porém, que a liderança estará garantida. Em reposta à declaração ambiciosa da Xiaomi, Bruce Sewell, vice-presidente sênior da Apple, desafiou a concorrente a realizar tal feito. “É fácil falar, difícil é fazer isso”, retrucou o executivo nesta quinta-feira.

De olho no Brasil, a fabricante chinesa abriu um escritório em São Paulo no primeiro semestre de 2014 para dar início à estruturação no país – ainda sem previsão de vendas locais. O vice-presidente da empresa, inclusive, é o brasileiro Hugo Barra, ex-vice-presidente da divisão do Android no Google.