Instagram reorganiza a área de comentários do app

Dois meses após ser flagrado testando uma mudança que reorganizaria sua seção de comentários, o Instagram finalmente vai começar a liberar a novidade para todos os usuários.

O que a empresa fez foi seguir um modelo já adotado pelo Facebook que consiste em agrupar comentários em tópicos.

Isso significa que, quando a pessoa responder a um comentário, o que ela escrever ficará imediatamente abaixo do comentário original. Se outro usuário acrescentar uma resposta, esta será posicionada abaixo também.

Reprodução

O esquema muda caso seja feito outro comentário fora dessa conversa, porque, neste caso, ele aparecerá de forma independente no post.

De acordo com a empresa, a alteração consta na versão 24 do seu aplicativo para Android e iOS, que será liberada globalmente dentro das próximas semanas.

 

Fonte: https://goo.gl/HEiBd6

Contrato com a Andes – Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior

Inline image 1

Docentes das Instituições de Ensino Superior
Mais um desafio pela frente, A2TEK fecha contrato com a ANDES – Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior.
Será desenvolvido o novo site com tecnologia responsiva (compatível com tablets e smartphones), com visual moderno e integrado com sistema de GED (Gerenciador de documentos e um gestor de conteúdo).
Nossa equipe irá buscar superar as expectativas do cliente, entregando antes do prazo uma solução de fácil utilização e fluxo de trabalho otimizado. A integração com o nosso sistema SIDOC
será bem dinâmica e possibilitará ganho e agilidade nos trabalhos da ANDES.

Saiba como enviar uma conversa de WhatsApp por e-mail

De tempos em tempos, pode ser interessante salvar uma cópia das suas conversas por WhatsApp em algum lugar que não seja a conta na nuvem do seu celular. Seja para guardar de lembrança ou para ter um backup de segurança para alguma informação sensível.

Uma opção é mandar a íntegra daquela conversa por e-mail, recurso que o WhatsApp mantém disponível desde suas primeiras versões. Você pode mandar uma cópia em formato de texto (.txt) para o seu próprio e-mail ou para o de outra pessoa.

Saiba como fazer isso seguindo os passos abaixo.

1. Na janela da conversa que você quer enviar por e-mail, toque nos três pontos no canto superior direito da tela, que dão acesso ao menu do chat;

Reprodução

2. Toque em “Mais”, e depois em “Enviar por e-mail”;

Reprodução

3. O app padrão de e-mail do seu celular vai se abrir automaticamente. Retoque o que quiser na mensagem e selecione um destinatário. Quando estiver tudo pronto, toque no botão de envio do e-mail;

Reprodução

4. Pronto. A conversa foi enviada em formato de texto para o seu e-mail, contendo toda a sua troca de mensagens com o contato desde o começo da atividade dos dois no seu WhatsApp.

 

Fonte: https://goo.gl/zRXNTL

WhatsApp ganha filtros similares ao do Instagram, mas por pouco tempo

A estratégia do Facebook para seus aplicativos é aproximá-los e torna-los cada vez mais parecidos. Com isso, não é surpresa que o WhatsApp esteja testando filtros de imagem similares ao do Instagram, como verificado em uma recente versão beta do aplicativo.

O recurso foi verificado na recente versão 2.17.297 do WhatsApp beta, que rapidamente foi substituída pela versão 2.17.198 que já não tinha os filtros ativados. A atualização se deu em questão de horas, e a maioria dos usuários sequer chegou a experimentar a função.

O site Android Police conseguiu ao menos algumas capturas do recurso ativo. O funcionamento é simples: quando você estiver editando uma imagem, basta deslizar o dedo para cima para trocar de filtro.

Os filtros disponíveis no breve período em que o recurso este ativo são apenas cinco: Pop, B&W (preto e branco), Cool, Chrome e Film. Você pode conferir as diferenças entre eles na imagem logo abaixo.

Reprodução

Como nada na internet desaparece, o APK da versão 2.17.297 está guardado para download no site APK Mirror, se você quiser experimentar a novidade. Se não estiver com pressa, a tendência é que o recurso volte dentro de pouco tempo em um formato mais pronto para o usuário final.

 

Fonte: https://goo.gl/UB4jm1

Facebook tem registro de tudo que você já fez na rede social; veja como acessar

O Facebook tem registrado tudo o que você já fez na rede social, desde as fotos que você curtiu até vídeos a que assistiu e publicações compartilhadas com amigos. Veja como visualizar esse registro e apagar suas pegadas na plataforma:

  1. Abra o seu perfil no Facebook e toque na opção “Registro de atividades”, na versão mobile, ou “Ver registro de atividades”, na versão web;Reprodução
  2. Vai abrir uma página com tudo o que você faz na plataforma em ordem cronológica;Reprodução
  3. Você pode tocar em “Filtrar” para olhar registros específicos, como “Publicações em que você foi marcado”, “Fotos com você”, “Publicações que você ocultou”, “Vídeos assistidos”, entre outros;Reprodução
  4. Caso queira descurtir uma publicação ou apagar algum comentário, toque na setinha que aparece ao lado da atividade e selecione “Descurtir” ou “Apagar”.Reprodução

Fonte: https://goo.gl/huKTej

Firefox ganha realidade virtual e novo modo de captura de tela em atualização

Em breve, o Firefox terá suporte a conteúdo de realidade virtual. A fundação responsável pelo desenvolvimento do navegador anunciou que vai incluir o recurso na versão 55 do software, que começa a ser liberada na terça-feira, 8.

Já faz algum tempo que a Mozilla trabalha no recurso. Ele foi anunciado em 2015, mas só ficou pronto agora. O suporte à tecnologia WebVR permite que o navegador mostre conteúdo em realidade virtual e, assim, o Firefox enfim ganha uma funcionalidade já presente no Chrome (Google) e no Edge (Microsoft).

Outra novidade da versão 55 do Firefox é um modo de captura de tela: com ele, o usuário consegue salvar e compartilhar imagens do navegador com facilidade sem precisar deixar a janela do browser. Vai ser possível definir a captura de tudo o que aparece na tela, de só um pedaço dela, ou de toda a página, considerando o que é preciso rolar a janela para ver.

A nova versão do navegador começa a ser liberada para os usuários na terça-feira, 8, mas nem todos devem receber os recursos imediatamente – é provável que alguns precisem esperar futuras atualizações para começar a usar as novas funcionalidades.

Fonte: https://goo.gl/wrHDEf

YouTube lança bate-papo em sua plataforma

O YouTube liberou nesta segunda-feira, 7, a capacidade dos usuários compartilharem vídeos com seus amigos e familiares diretamente do aplicativo da plataforma.

A ferramenta funciona como um bate-papo, sendo que é possível trocar mensagens de texto, reagir com os emoji, responder com outros vídeos e convidar mais amigos para a conversa – é possível criar conversas com até 30 pessoas.

Conforme relata o VentureBeat, a empresa começou a testar a ferramenta em maio de 2016 com alguns usuários até lançar o recurso no Canadá em janeiro de 2017 como um teste, já que os canadenses são os que mais compartilham vídeos online.

É possível acessar o recurso através da nova guia “Compartilhado”, sendo que para usar, é primeiro preciso convidar amigos da sua lista de contatos por SMS ou enviando-lhes um link de convite.
Fonte: https://goo.gl/bX1Q1u

Word agora lê textos em voz alta

Ao longo dos últimos anos, a Microsoft testou uma série de recursos que fossem capazes de ler textos do Word em voz alta – o que facilitaria o dia a dia de pessoas com deficiência ou dislexia –  e parece que a empresa chegou a um resultado satisfatório.

Nas atualizações mais recentes do Office 365, divulgadas em julho, a Microsoft anunciou que estava ativando o recurso de leitura no Word.

Ele é parecido com o “modo de leitura” já existente, que foi introduzido em dezembro do ano passado, mas agora conta com a capacidade de mudar a velocidade e o tom de voz. Além disso, o recurso consegue interagir com o texto, comentários, fazer edições em tempo real e facilita na hora de detectar e corrigir erros.

A função está disponível para testes e deve ser liberada para todos os usuários no final deste ano.

https://goo.gl/YkVx4b

AMD apresenta suas placas de vídeo tops de linha para enfrentar a GTX 1080

Por anos a AMD ficou na sombra da Intel e Nvidia. A empresa se contentou em ser a alternativa de baixo custo para a montagem de um PC, tanto em processadores quanto em placas de vídeo. O cenário começou a mudar com a introdução dos chips Ryzen, e agora a mesma situação pode ser vista com o anúncio de uma nova família de GPUs de alto desempenho com a arquitetura Vega.

A AMD não ofereceu benchmarks para provar as capacidades, mas a proposta da linha Vega é manter um desempenho base estável do que alcançar picos de taxas de quadros. Segundo a empresa, a placa é capaz de sustentar um mínimo de 53 quadros por segundo em um monitor ultra-wide de resolução 1440p contra apenas 45 da GTX 1080 da Nvidia.

Como aponta o site Engadget, é bastante provável que a AMD esteja selecionando os testes e números que favorecem a sua arquitetura sobre os produtos da concorrente Nvidia, mas ao menos eles servem como indicativo que as tecnologias estão em um patamar similar.

Todos os modelos contam com 8 GB de memória RAM com velocidade de até 484 GB/s, com o clock da GPU variando entre 1.156 MHz e 1.406 MHz dependendo do modelo. Entre as melhorias anunciadas estão novos motores de geometria, um controlador cache de alta largura de banda e suporte a múltiplas operações por ciclo.

A linha começa com o modelo Radeon RX Vega 56, com 56 compute units, custando US$ 400, com o modelo Vega 64 Air Cooled, com 64 compute units, custando US$ 500. Para completar, ainda há uma versão com resfriamento líquido custando US$ 600.

https://goo.gl/8UaHq3

Facebook considera desenvolver um smartphone modular LEONARDO PEREIRA 21/07/2017 06H53

O Facebook pode ser a próxima companhia de tecnologia a explorar o conceito de modularidade para um dispositivo móvel. Pelo menos é o que indica uma patente da empresa publicada nesta quinta-feira, 20, pelo órgão americano responsável por analisar e catalogar ideias.

O documento, originalmente registrado em janeiro de 2016, trata sobre um “dispositivo modular eletromecânico” que teria suas funções “definidas pela combinação de módulos anexados a um chassi”.

Na justificativa da patente, o Facebook lembra que eletrônicos geralmente têm um ciclo de vida curto, com o consumidor sendo obrigado a se desfazer de um dispositivo que muitas vezes está bom, mas que não tem mais como acompanhar o nível de inovação do mercado.

“Tipicamente, os componentes de hardware incluídos em eletrônicos que são considerados ‘desatualizados’ ainda estão usáveis”, diz a empresa. “Contudo, os componentes de hardware não podem mais ser reutilizados, uma vez que os eletrônicos são desenvolvidos como sistemas fechados. Da perspectiva do consumidor, o ciclo de vida de eletrônicos convencionais é caro e um desperdício.”

Para combater isso, o Facebook acredita que o ideal seria desenvolver produtos como seu “dispositivo modular eletromecânico”. A ideia segue os mesmos preceitos do Projeto Ara, adquirido, desenvolvido e, posteriormente, encerrado pelo Google: a pessoa compra o aparelho e depois vai atualizando seu hardware trocando peças como câmera, bateria, processador etc.

Reprodução

Quem descobriu o documento foi o Business Insider, e o site chama atenção para o fato de que a patente está registrada sob o nome de quatro pessoas que trabalhavam para a Nascent Objects, empresa comprada pelo Facebook no ano passado que usa impressão tridimensional para criar rapidamente protótipos modulares.

Além disso, a divisão responsável pela aplicação da patente, chamada Building 8, está cheia de ex-funcionários do Google que passaram pelo Projeto Ara. Como ressalta o The Verge, a chefe da divisão, Regina Dugan, é um deles.

Outra função especificada na patente é a possibilidade de que o dispositivo opere de forma semelhante às caixas de som inteligentes que começaram a pipocar no mercado — Google Home, HomePod (Apple), Echo (Amazon). E um dos chefes da Building 8, Bernard Richardson, trabalhou no desenvolvimento da Alexa, a assistente virtual da Amazon.